Notícias

Juros do cheque especial ficam estáveis em abril

edf40wrjww2PAINEL_NOTICIAS:CONTEUDO_NOTICIA
color: #3f3f3f;">A taxa  média de juros do cheque especial ficou em 13,53%, segundo pesquisa realizada pelo Procon-SP no dia 4 de abril, o que mostra que todas as instituições financeiras pesquisadas mantiveram as taxas de juros, assim como no empréstimo pessoal, que ficou em 6,4%.

A pesquisa verificou as taxas cobradas em 6 bancos. A maior taxa do cheque especial foi verificada no Santander, com 15,43% ao mês. A Caixa Econômica Federal ficou em 2º lugar, com 13,55%, e o Bradesco em terceiro, em 13,49%. No Itaú Unibanco, as taxas foram de 13,23%, e no Banco do Brasil, de 12,89%. A menor foi no Banco Safra, de 12,6%.

Empréstimo pessoal

A pesquisa também avaliou as taxas de juros cobradas de clientes que pedem empréstimos pessoais aos bancos. A maior taxa de juros é cobrada pelo Santander, com 7,99% ao mês, seguido pelo Bradesco, com 6,54%, pelo Itaú Unibanco (6,43%) e pelo Banco Safra (5,9%). Já as menores taxas são do Banco do Brasil e da Caixa, com 5,81% e 5,7%, respectivamente.

Especialistas do Procon-SP alertam que, apesar de as taxas não terem sofrido aumento, o consumidor deve continuar evitando utilizar essas linhas de crédito, principalmente, a do cheque especial,cuja taxa anual ultrapassa 358% ao ano.

O Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom), na última reunião ocorrida em fevereiro, reduziu a taxa Selic em 0,75 ponto percentual (de 13% para 12,25% ao ano.). A próxima reunião está prevista para ocorrer nos dias 11 e 12 de abril.

Fonte: G1